Arquivos do Blog

iPad no Brasil: 30 mil aparelhos, 90% deles vindos do mercado cinza

Após uma semana do lançamento oficial do iPad no Brasil, o IDC liberou os primeiros dados oficiais sobre o número de aparelhos no país. São 30 mil tablets que, claro, não foram vendidos em apenas uma semana. Desse valor, apenas 10% corresponde às vendas oficiais. O resto são aparelhos que vieram do exterior, foram comprados no Mercado Livre ou afins, criando a enorme fatia do mercado cinza. Mas a expectativa é que a venda oficial aumente consideravelmente o número até o fim do ano.

Pelas contas do IDC, foram vendidos 3 mil iPads de forma legal nos últimos sete dias. A massa principal do aparelho é composta dos early adopters que já compraram o iPad desde abril, quando ele foi lançado nos EUA. Para o IDC, o número poderia ser bem maior, mas como temos um dos iPads mais caros do mundo, o preço proibitivo ainda é uma barreira enorme.

Ainda segundo o IDC, o Brasil deve fechar o ano com 50 mil iPads, impulsionado pelas vendas oficiais. Ou seja, a estimativa d’O Globo de que a Apple enviou 50 mil iPads oficiais ao país deve ser o bastante para aguentar a carga de natal. [Gizmodo]

Anúncios

O que artistas brasileiros esperam do iPad

Intel quer incluir suporte para DDR3 em dois processadores Atom

Muito usada em netbooks, a linha de processadores Atom, da Intel, nunca chamou a atenção pela alta performance. Eles são como os irmãozinhos menores da família Intel. Mas parece que a partir do segundo semestre eles vão receber suporte para memória DDR3 – o que pode dar uma força para os pobrezinhos.

O Fudzilla informou que o Atom N475 terá 1.83GHz com suporte para DDR3. Já o N455 será igual ao atual N450 de 1.6GHz, a única diferença será o DDR3.

O que isso significa para os netbooks? É mais uma evolução do que uma revolução. Memória DDR3 é mais rápida e consome menos energia que a DDR2 – mas também é mais cara. Provavelmente, quando netbooks rodando o N475 ou o N455 chegarem ao mercado, o preço da DDR3 terá baixado o suficiente para que você gaste o mesmo que gastaria hoje, mas com uma performance melhor. [Fudzilla via Engadget]

fonte: gizmodo

Froot, computador conceito da Dell, não precisa de teclado ou monitor

Aproveitando as ideias de ambientalismo e sustentabilidade, o conceito Froot, da Dell, salva o planeta com a ajuda de projetores: um para o teclado virtual e outro para o monitor.

Criada por Pauline carlos como parte de um concurso sobre sustentabilidade patrocinado pela Dell, o Froot também usa um case que é construído com polímeros vindos de materiais biodegradáveis. Como é um conceito para o futuro, a falta de mouse é algo que dá para relevar – nós certamente já estaremos usando nossos cérebro para controlar o computador.

Mas falando sério, os projetores Pico estão quase chegando nesse nível de tecnologia, quase. Se os microprojetores já funcionassem direitinho, eu estaria perguntando por que isso ainda é um conceito.

fonte: gizmodo

Light Touch – Mini-projector Touchscreen

Parece que as inovações não param. Se bem se lembram, apareceu em tempos um teclado que era projectado a laser e as pessoas nunca deram muita importância embora fosse uma ideia com pano para mangas.

Light Touch é um mini-projector que transforma a mais comum das superfícies numa superfície táctil. A empresa por detrás do Light Touch chama-se Light Blue Optics, uma empresa  que poucos ouviram falar mas que dá um importante passo com esta tecnologia futurista.

Leia o resto deste post

Tudo sobre o Google Nexus One

Depois de muita gente falando sobre o tal “Google Phone” que estava prestes a ser lançado, finalmente a empresa anunciou um modelo especialmente dimensionado para a nova versão do seu sistema operacional portátil Android. Veja agora as especificações técnicas e as características do Nexus One, o smartphone que chega ao mercado com a missão de tentar acabar com a soberania da Apple no ramo.

Google Nexus One

Leia o resto deste post

Peregrine: uma luva especial para jogos

O futuro já chegou, e com ele as invenções que achávamos difíceis de aparecer na vida real. A Peregrine gaming glove é uma luva interativa que permite que você controle jogos com gestos. Por enquanto a luva só funciona com Windows, mas segundo o seu inventor Brent Baier, a versão para Mac não vai demorar para sair.

Para você entender o funcionamento da luva, veja o vídeo em que o próprio Brent demonstra o processo de calibração.

Veja o Video Da luva para games.

%d blogueiros gostam disto: