Arquivo da categoria: Review

Novo MacBook tem uma Bateria que Dura até 10 Horas!

A Apple apresentou a nova versão do MacBook, que agora tem placa gráfica NVIDIA GeForce 320M (a mesma do MacBook Pro) e um processador Intel Core 2 Duo de 2.4GHz, mas o detalhe mais interessante é a bateria de polímero de lítio, que dura até 10 horas de uso! Com o novo MacBook você pode passar o dia inteiro trabalhando sem se preocupar em encontrar uma tomada.

Você pode optar entre um HD de 250GB ou de 500GB, e entre 2GB de memória até 4GB. O MacBook também tem trackpad com suporte a gestos multi-touch, adaptador MagSafe e conectividade Wi-Fi 802.11n.

O MacBook custa a partir de US$ 999 nos Estados Unidos, saiba mais na Apple.

Via Gadget Lab.

Intel emagrece netbooks para 14mm de espessura, com processador Atom dual-core

A má notícia: os novos processadores Atom dual-core da Intel não serão muito mais potentes que o Atom no seu netbook agora. A boa notícia: um design de referência de netbook com a plataforma Pine Trail, apresentado hoje na Computex, é apenas ligeiramente mais fino que um iPhone.

A Intel conseguiu reduzir a espessura da geração atual de netbooks com a nova “plataforma de inovação” Canoe Lake deles, que usa resfriamento térmico para netbooks com Pine Trail, em vez das ventoinhas tradicionais. O resultado? Um netbook superfino que esquenta menos que os netbooks atuais. É importante frisar que este é só um design de referência, e que estamos bem longe de ver um netbook de 14mm de espessura nas lojas de informática.

Os processadores Atom dual-core, no entanto, vão começar a aparecer em produtos antes do Natal. Os avanços são incrementais: melhor reprodução de vídeo 720p (apesar de que você ainda vai precisar do decodificador de vídeo Broadcom Crystal HD para 1080p) e maior agilidade no processamento.

Tudo isso é ótimo, mas só me chamem de novo quando o Canoe Lake virar realidade. Release completo: [Intel]


Tela do iPad contra Pixel Qi: não dá nem pro cheiro

Isso não é exatamente um teste científico. Mas colocando a tela do iPad cara a cara com uma tela de Pixel Qi na Computex, na luz do dia, temos claramente um vencedor indiscutível. Um dispositivo “mágico” mais escuro.

É impossivel saber exatamente as condições do teste, feito no improviso pelos caras do ARMDevices, embora eles mencionem no início do vídeo que os dois aparelhos estão com brilho configurado no máximo. E mesmo que a tela do iPad fique péssima na luz solar, ela é pelo menos melhor que a do iPhone. E também vale lembrar quenós temos uma grande queda pela tecnologia da Pixel Qi.

[gizmodo]

%d blogueiros gostam disto: